Topo

Será que aqui no Brasil a Black Friday é de verdade?

Olá pessoas lindas e cheirosas do meu Brazel! Hoje eu quero falar sobre um assunto que invade as mídias no mês de Novembro: a Black Friday!

Mas aqui no Brasil, será que a Black Friday é de verdade?

Dia 25/11, é comemorado a “Black Friday” ou “Sexta-Feira Negra” em português, onde várias lojas físicas e virtuais colocam em promoção milhares de produtos. É uma prática comercial criada nos Estados Unidos mas que vem ganhando adesão dos empresários aqui no Brasil nos últimos anos.

Isso porque os preços mais baixos perto do Natal incentivam os consumidores a anteciparem suas compras, que costumam pesar e acumular no orçamento de dezembro.

Mas é preciso ficar alerta! O Procon e a Proteste destacam que esse período por aqui é marcado por inúmeras fraudes no comércio e descontos enganosos, práticas que não podem ser ignoradas e devem ser denunciadas.

Confira algumas dicas pra você economizar de verdade:

  • Analise o histórico de preço:

Isso mesmo! Existem sites como o Buscapé, onde é possível analisar o histórico da variação de preços de um determinado produto. Com isso você consegue saber se o desconto proposto na Black Friday é real ou não passa de uma “maquiagem de preço”, onde empresas começam a elevar os preços dos produtos para no dia da promoção abaixarem. Essa prática, caso seja identificada, deve ser denunciada. A dica é pesquisar e pesquisar bem pra saber se houve ou não redução real de preço!

  • Consulte a procedência da empresa:

Partindo do ponto que nem todas as lojas físicas vão participar, até por conta da crise mesmo, a estimativa é que as lojas virtuais vão bombar nessa Black Friday 2016. Por isso o cuidado deve ser redobrado!

Verifique a procedência da empresa nos sites de reclamações, veja se ela tem CNPJ, a idoneidade da empresa, se tem o nome do dono, endereço, se tem o famoso “cadeadinho” indicando a segurança do site e principalmente, se as políticas de trocas e devoluções estão claras nos termos.

  • Prefira pagar no Cartão de Crédito:

Verdade! Quando se fala em compra pela internet, esse é o meio de pagamento mais seguro. Ao pagar com cartão, você poderá solicitar ao banco o estorno da transação, caso tenha algum problema. Já se pagar com boleto bancário, não há nenhuma garantia de que receberá o dinheiro de volta. Por isso, a dica é: desconfie de sites que só aceitam pagamentos por boleto bancário.

Caso identifique práticas inadequadas, a orientação do Procon é que busque seus direitos. O primeiro passo é procurar o gerente ou responsável pela loja. Não havendo acordo, vá imediatamente a um Procon para fazer a denúncia. Comerciantes que enganarem clientes podem ser notificados, autuados e ter que pagar multa, pois de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, publicidade enganosa é crime. O responsável pode ser preso e pagar multa que varia de R$ 200 a R$ 3 milhões, dependendo da infração e do porte da empresa.

Se quiser mais esclarecimentos sobre como proceder em caso de fraudes, é possível ter assistência e orientações pelos telefones 0800-201-3900 (para fixos) ou (21) 3906-3900 (para celulares).

Bem, espero que tenham gostado dessas dicas. Desejo que essa Black Friday 2016 pra gente, seja “de verdade”!

Fontes de pesquisa: Revista Exame, Procon, Proteste.

 

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.